Sábado, 22 de Março de 2008

Apresentação

Deixamos passar um dia, depois outro e achamos que a sensação de mal-estar, o desânimo, os problemas connosco próprios ou com quem nos é querido, acabam por passar com o tempo.

Por vezes, também pensamos que sozinhos ultrapassamos a situação, ou que uma conversa com um amigo acaba por aliviar. Efectivamente alivia, e é muito importante o apoio de todos os laços afectivos, sociais e familiares, mas nem sempre chega, nem sempre resolve.

É nesse instante que é necessário parar, olhar para dentro de si e reconhecer que pode necessitar de uma ajuda técnica e profissional para compreender, resolver e ultrapassar o que está a vivenciar, sentir e pensar.

Contudo, bem sei que decidir procurar e contactar um psicólogo é um passo difícil, já que o sofrimento psíquico ainda é percebido de forma negativa e pode ser complicado reconhecer que se precisa de ajuda e que não se resolve os problemas sozinho. Se reparar, também não criou esses mesmos problemas sozinho…foram circunstâncias, acontecimentos, situações, vivências, relações...por vezes deixados para trás, fechados numa gaveta com receio de serem tocados e mexidos mas permaneceram lá por resolver. Há alturas em que essas gavetas não aguentando o acumular de situações, abrem-se e dão um grito de pedido de ajuda... precisam de ser arrumadas, organizadas, de modo a terem mais espaço para receber aquilo que vida tem para dar e liberdade para guardar experiências novas e momentos de bem-estar.

O psicólogo pode ajudá-lo nessa descoberta interior, nessa arrumação de assuntos pendentes, de problemas que quer solucionar, de dificuldades que quer ultrapassar e de conflitos que desejar resolver.

Aqui, neste espaço que pode ser seu também, vai encontrar alguns esclarecimentos acerca da psicologia clínica e informações que o podem ajudar a reconhecer se você ou alguém próximo pode beneficiar de consultas de psicologia. Da mesma forma que se procura um especialista para tratar das dores físicas, também, muitas vezes se necessita de um especialista para tratar das dores emocionais, ajudando a tornar a vida mais prazerosa e feliz.

Espero que este seja um espaço agradável, de procura e encontro e sobretudo de clarificação.

Estou à disposição para esclarecer qualquer dúvida.

Seja bem-vindo!

 Uma Mensagem...

 

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 17:00
link do post | favorito
Sexta-feira, 21 de Março de 2008

O que é a Psicologia Clínica

“A Psicologia Clínica é um dos mais apaixonantes e mais férteis domínios da acção humana quer na sua orientação prática, que se centra no sofrimento ou nos conflitos de um individuo, quer na produção de conhecimentos que permitem compreender melhor, ou até explicar, a maneira como o homem constrói o seu mundo.”

Pedinielli 

 

A Psicologia Clínica designa o estudo subjectivo dos sentimentos, das emoções, dos estados internos mas também o estudo objectivo do conjunto dos fenómenos mentais e das leis que os regem.

É um ramo da psicologia que tem como objectivo a compreensão da pessoa na sua totalidade, na sua singularidade, em situação e em evolução.

 

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 21:09
link do post | favorito

O Papel do Psicólogo Clínico

“Ser Psicólogo é uma imensa responsabilidade. É também uma notável dádiva pois recebemos o dom de usar a palavra, o olhar, as expressões, e até mesmo o silêncio. O dom de tirar lá de dentro o melhor que temos para cuidar, fortalecer, compreender, aliviar…”

Walmir Monteiro

 

Uma das principais funções do psicólogo é a realização de avaliações psicológicas; conduzindo, deste modo, à elaboração de psicodiagnósticos diferenciais, de estudos da estrutura da personalidade, da deterioração mental, bem como da compreensão do funcionamento mental global da pessoa. Estas avaliações psicológicas têm como objectivo principal despistar qualquer indício psicopatológico.

Outra das funções é o acompanhamento psicológico/psicoterapêutico, em que o psicólogo adopta essencialmente uma postura de suporte e contenção, procurando igualmente criar, em conjunto com a pessoa, estratégias de intervenção psicológica para diminuir, aliviar, e até extinguir o sofrimento da pessoa, de modo a restabelecer o bem-estar e o equilíbrio emocional.

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 20:51
link do post | favorito

A Relação Terapêutica

Qualquer psicoterapia é, acima de tudo, um trabalho de relação entre duas pessoas.

Nesta relação, o psicólogo compromete a sua personalidade e o seu saber, decorrente da sua experiência e formação, no sentido, de desenvolver, na pessoa, a confiança e a receptividade. Assim, a relação terapêutica constitui-se como o protótipo de todas as relações humanas, ao serviço da articulação, elaboração e revisão das construções mentais, empregues pelo paciente, como forma de organizar a sua experiência e acção.

A relação terapêutica é, portanto, uma relação de ajuda, compreensão e apoio na qual  o psicólogo não realiza julgamentos, ou juízos de valor. Pelo contrário, leva a pessoa a uma abertura de seu campo de visão, para que possa perceber a sua vida sob novas perspectivas, analisar e entender melhor as suas características, potencialidades e limites, utilizando o conhecimento adquirido em benefício de seu crescimento pessoal.

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 19:30
link do post | favorito

A Consulta de Psicologia Clínica



A consulta de psicologia clínica desenrola-se ao longo de várias sessões. Num primeiro momento, o psicólogo procura fazer uma avaliação psicológica à pessoa de forma a conhece-la melhor, compreender a sua estrutura de funcionamento e os seus problemas ou dificuldades. Posteriormente planeia com a pessoa o tipo de acompanhamento e os objectivos psicoterapêuticos.

 


Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 19:07
link do post | favorito

Avaliação Psicológica

Independentemente dos objectivos específicos de cada avaliação psicológica, este tipo de procedimento visa, sobretudo, elaborar um diagnóstico compreensivo e prognóstico do estado geral da pessoa, assim como solicitar a intervenção psicoterapêutica, quando assim se justifica. Através do psicodiagnóstico procura-se aceder à estrutura e funcionamento da pessoa nas várias dimensões psicológicas, nomeadamente: cognitiva/intelectual, emocional/dinâmica afectiva e relacional É um processo que procura identificar e compreender o funcionamento psicológico, com um foco na existência ou não de psicopatologia. É ainda um processo científico, porque parte de um levantamento prévio de hipóteses que são confirmadas ou infirmadas através de passos pré-determinados e com objectivos precisos. De uma forma geral, a avaliação psicológica opera-se em dois momentos: a entrevista clínica e o exame do estado geral da pessoa, habitualmente com recurso a instrumentos psicológicos.

 

A avaliação psicológica é muitas vezes solicitada para:

- Processos de reforma (certificação de incapacidades),

- Tribunal

- Escola

- Contexto laboral

- Esclarecimento de diagnóstico médico

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 16:58
link do post | favorito

Avaliação Neuropsicológica

Este tipo de avaliação procura despistar quaisquer problemas ao nível da relação entre o funcionamento cerebral, a cognição, emoções, personalidade e comportamento da pessoa.

Esta avaliação dispõe de instrumentos específicos para avaliar as funções neuropsicológicas, como a atenção, concentração, percepção, linguagem, raciocínio e aprendizagem. Normalmente é um tipo de avaliação solicitada pelo médico neurologista.

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 16:30
link do post | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

Acompanhamento Psicoterapêutico

O Acompanhamento Psicológico/Psicoterapêutico possui características específicas de acordo com a população e faixa etária a que se destina.

Corresponde a um encontro com uma pessoa que, não apresentando necessariamente uma patologia ou um sofrimento, procura resolver um problema específico com ajuda do psicólogo, na medida em que sente que não o pode fazer sozinho. Constitui-se uma relação de ajuda que visa facilitar uma adaptação mais satisfatória da pessoa à situação em que se encontra e optimizar os seus recursos pessoais em termos de auto-conhecimento, auto-ajuda e autonomia. A finalidade principal é promover o bem-estar psicológico e a autonomia pessoal no confronto com as dificuldades e com os problemas com que a pessoa se depara. Este processo envolve a construção de uma aliança, na qual o psicólogo com a sua disponibilidade interior concede tempo e liberdade para que a pessoa explore os seus pensamentos e sentimentos, numa atmosfera de confiança, respeito e neutralidade. Para atingir este objectivo, o psicólogo coloca na relação, a escuta clínica, a empatia e a reflexão, tentando compreender a pessoa e a situação em que se encontra para ajuda-la a ultrapassar as suas dificuldades.

Sendo assim, podemos dizer que a Psicoterapia é um processo privilegiado de crescimento humano, pois aqui aprende a reservar um tempo e um espaço para ouvir os seus próprios pensamentos, para prestar atenção aos seus sentimentos, ao seu ambiente. Revê a sua visão de mundo, as suas crenças, aprendendo, desta forma, a relacionar-se consigo próprio, com os outros e com a vida, procurando ser mais feliz.

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 18:01
link do post | favorito

Ludoterapia

As crianças são incapazes de perceber e exprimir os seus sentimentos, preocupações e experiências da mesma forma que os adultos. A Ludoterapia (psicoterapia pelo brincar) permite-lhes comunicar o que ainda não conseguem articular. É através do jogo, do brincar, dos desenhos que a criança vai exteriorizando as suas emoções e sentimentos, permitindo ao psicólogo ajuda-la a reorganizar o seu aparelho psíquico. Assim, a relação terapêutica e a indução de modificações do comportamento, acontecem através deste espaço lúdico.

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 17:43
link do post | favorito

Apoio Psicopedagógico

O Apoio Psicopedagógico pretende avaliar e intervir nas dificuldades escolares, que possam estar relacionadas com falta de capacidade de atenção e concentração, método de estudo ineficaz, má gestão dos tempos de estudo, problemas de aprendizagem, etc. Inicialmente, é realizada uma avaliação para identificar e compreender a causa e o tipo de dificuldades, de modo a delinear-se um plano de intervenção, com o objectivo de ultrapassar os problemas escolares e adquirir competências essenciais para um bom desempenho escolar. Estas competências passam por adquirir métodos e técnicas de estudo, motivação para as matérias escolares, promoção de autonomia e de bem-estar emocional, auto-confiança, maturidade escolar, atenção concentrada, rentabilização do tempo de estudo e estimulação cognitiva das áreas que se tornam obstáculos à aprendizagem.

 

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues às 17:10
link do post | colocar dúvida / questão | favorito
Página Inicial
 
    O que é a Psicologia Clínica
    O Papel do Psicólogo Clínico
    A Relação Terapêutica
 
    A Consulta de Psicologia Clínica
      Avaliação Psicológica
      Avaliação Neuropsicológica
      Acompanhamento Psicoterapêutico
      Ludoterapia
      Apoio Psicopedagógico
      Apoio a estudantes Ensino Superior
 
    População e Áreas de Intervenção
      Intervenção em Crianças
      Intervenção em Adolescentes
      Intervenção em Adultos
      Intervenção em Seniores
 
 
   Criança
    Brinquedo na Criança
    Enurese e Encoprese (xixi e cócó)
    A Irrequietude da Criança
    A Criança Desafiadora
    Dislexia
    As Birras
 
   Adolescente
    Anorexia - "Um espelho cego"
 
   Adulto
    Perturbação da Ansiedade
    Ansiedade e Depressão
    Depressão Pós-Parto
    Psicossomática
    Perversão Sexual
 
   Senior
    Depressão e Funções Cognitivas
    Depressão nos Seniores
 
Em breve serão apresentados outros textos

 

 
• O Psicólogo é um médico que mexe com a cabeça das pessoas?
• Quando e porque devo consultar um Psicólogo?
• Será que não poderia resolver os meus problemas sozinho?
• O que vão pensar os meus amigos e familiares se eu procurar um Psicólogo?
• Se eu procurar um Psicólogo, as outras pessoas vão pensar que estou doente?
• Vou pagar para ouvir conselhos?
• Tudo o que conto ao Psicólogo é confidencial?
• O Psicólogo vê através das pessoas?
• Psicólogos, Psiquiatras, Psicanalistas e Psicoterapeutas são a mesma coisa?
• Quanto tempo dura um tratamento psicológico? Qual é a frequência?
• Eu terei de tomar medicamentos para melhorar?
• As consultas de psicologia são muito caras?
• Como escolher a psicoterapia mais indicada para a minha situação?

► Pesquisar...

 
 
 
   Consultório S. Luiz

    Chiado - Lisboa

    Tel.: 917209517
ver Mapa e Acordos
 
   Clinielvas - Centro Medicina do Feijó

    R. Dr António Elvas, 68

    Feijó - Almada

    Tel.: 212595745
ver Mapa e Acordos
 
   Clinielvas - Policlínica Rotunda
    Praça Comandante José Brás, nº 7

    Cova da Piedade - Almada

    Tel.: 212746808
ver Mapa e Acordos
 
Consultas ao Domicílio (em situações especiais)
 

 

todas as tags

Psicóloga Clínica Carolina Rodrigues